BEI e Comissão comprometem-se a disponibilizar mais 4,9 mil milhões de euros para combater o coronavirus

    29 Junho, 2020 69

    A cimeira de doadores «Objetivo Mundial: Unidos para o futuro», organizada no pássado sábado pela Comissão Europeia e pela Global Citizen, mobilizou 6,15 mil milhões de euros de financiamento adicional a fim de contribuir para desenvolver e assegurar um acesso equitativo a vacinas, testes e tratamentos para o coronavírus. Os fundos mobilizados apoiarão também a recuperação económica nas regiões e comunidades mais frágeis do mundo.

    Este montante inclui um compromisso de financiamento pelo Banco Europeu de Investimento, em parceria com a Comissão Europeia, de 4,9 mil milhões de euros e um compromisso de financiamento pelos Estados-Membros da UE de 485 milhões de euros. Aumenta assim para 15,9 mil milhões de euros o montante total dos compromissos assumidos no âmbito da maratona mundial de angariação de fundos em Resposta Mundial ao Coronavírus, lançada a 4 de maio por Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia.

    A cimeira contou com a participação de 40 governos, que se comprometeram a assegurar o acesso universal aos medicamentos contra o coronavírus. Prometeram ainda que contribuiriam, de forma equitativa e justa, para a reconstrução das comunidades mais afetadas pela pandemia. Em sinal de solidariedade mundial, a cimeira alcançou compromissos no respeitante a capacidades de produção de mais de 250 milhões de doses de vacinas destinadas aos países de rendimento médio ou baixo.

     

    Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia «O mundo só se verá livre desta pandemia quando estiverem disponíveis vacinas, testes e tratamentos acessíveis a todos os que deles necessitem. Os compromissos hoje assumidos e a contribuição da Europa aproximam-nos mais deste objetivo mundial. O empenho da Europa é de longo curso. Recorreremos a todo o nosso poder de mobilização para o bem comum. Existe uma aliança forte para vencer este vírus, em conjunto.»

     

    Os 4,9 mil milhões de euros vêm juntar-se aos 2 mil milhões de euros já prometidos pelo BEI a 4 de maio. Permitirão financiar a recuperação económica, o reforço dos sistemas de saúde e a aplicação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em todos os países situados fora da UE, como parte da resposta global da UE para combater a pandemia («Equipa Europa»).

    O Banco Europeu de Investimento está a constituir uma reserva de projetos de investimento a fim de desenvolver e aumentar a produção de vacinas, testes e tratamentos para o coronavírus, em parceria com a Comissão, a Organização Mundial da Saúde e a Coligação para a Inovação na Preparação para Epidemias (CEPI). Todos estes esforços são completados pelas ações do BEI no domínio da saúde e da preparação pandémica, desenvolvidas tanto na UE como em países terceiros. O BEI constituiu uma reserva de projetos correspondentes a cerca de 6 mil milhões de euros de financiamento com parceiros dos setores da saúde e das ciências da vida.

    Nas últimas semanas, o BEI anunciou um novo Memorando de Entendimento com a OMS, um acordo de aconselhamento com a CEPI, uma colaboração com a Autoridade de Inovação de Israel, um acordo com a Pluristem sobre o financiamento de 50 milhões de euros para o desenvolvimento de terapias e de vacinas contra o coronavírus, assim como um financiamento para a BioNTech e o reforço da cooperação com o UN-Habitat.

     

    CONTEXTO

    A campanha Objetivo Mundial: Unidos para o Futuro foi lançada em 28 de maio, com o patrocínio da presidente Ursula von der Leyen. É um marco no âmbito da resposta mundial ao coronavírus, a ação mundial para o acesso universal à vacinação, ao tratamento e aos testes de coronavírus a preços acessíveis. É a resposta da Comissão Europeia ao apelo mundial para a ação, lançado pela Organização Mundial da Saúde juntamente com os governos e os parceiros, em 24 de abril de 2020, face à pandemia.

    Dos 15,9 mil milhões de euros angariados desde 4 de maio, 11,9 mil milhões de euros foram prometidos pelos Estados-Membros, pela Comissão e pelo Banco Europeu de Investimento. Destes 11,9 mil milhões de euros, 6,5 mil milhões foram angariados entre 4 e 28 de maio. Para mais informações sobre as doações e a sua repartição, queira consultar a página Perguntas & respostas.

     

    PARA MAIS INFORMAÇÕES

    Coronavírus: Resposta do Grupo BEI