Hastear da bandeira e deslocações às escolas fizeram parte das comemorações do CIED Minho no dia da Europa

    22 Maio, 2019 67

     

    Durante o dia da Europa, o CIED Minho realizou várias atividades para celebrar um dos momentos ícones do projeto Europeu.

    Precisamente no dia 9 de maio, foi proferido um dos discursos que ficaria marcado para a história pela sua elevada importância. Esta data assinala o aniversário da histórica «Declaração Schuman». Num discurso proferido em Paris, em 1950, Robert Schuman, o então Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, expôs a sua visão de uma nova forma de cooperação política na Europa, que tornaria impensável a eclosão de uma guerra entre países europeus. A sua visão passava pela criação de uma instituição europeia encarregada de gerir em comum a produção do carvão e do aço. Menos de um ano mais tarde, era assinado um tratado que criava uma entidade com essas funções. Considera-se que a União Europeia atual teve início com a proposta de Schuman.

    Neste sentido, e em jeito de homenagear um marco inigualável da História Contemporânea Europeia, o CIED Minho começou o dia com o já habitual hastear da bandeira no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA).Devido ao mau tempo verificado nesse dia e que impediram a construção de duas bandeiras humanas da União Europeia, o CIED Minho deslocou-se até às escolas convidadas para celebrar este dia especial com os mais jovens. No final do dia, o CIED Minho fez parte das celebrações solenes do Dia da Europa, no Theatro Circo, em Braga.