Falou-se de ambiente e sustentabilidade nos diálogos com os Cidadãos em Esposende

    29 Novembro, 2019 194

     

    Hoje, dia 29 de novembro, o CIED Minho, em parceria com o Município de Esposende, organizou o evento “Diálogos com os Cidadãos”, no Fórum Rodrigues Sampaio, em Esposende. Sob o mote “Que contributos ambientais sustentáveis devemos promover para uma melhor Europa?”, pretendia contribuir para a emergência de uma esfera pública europeia, capaz de refletir sobre as prioridades políticas da próxima Comissão Europeia no que diz respeito a temática do ambiente, bem como promover a oportunidade dos cidadãos da região puderem expressar as suas preocupações e expectativas quanto ao futuro da política ambiental da União Europeia.

    Para o efeito, contamos com a presença de um painel qualificado e experiente em lidar com assuntos relacionados com a temática ambiental a nível europeu, académico, e local. Humberto Delgado Rosa, foi o convidado especial deste evento. O Diretor para o capital natural da Direção Geral do Ambiente da Comissão Europeia aproveitou o momento para explicar aos cidadãos as linhas gerais do primeiro objetivo do novo colégio de comissários presidido por Ursula von der Leyen, e manifestou a vontade da Comissão Europeia em salvaguardar o património natural da região litoral minhota. Por sua vez, Ricardo Cunha, Prof. de Direito do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, explicou a importância da União Europeia para a região e apresentou, em breves linhas, qual a relação que a União Europeia tem com o ambiente. Por último, Paulo Marques, Presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, apresentou os principais projetos do município relacionados com a preservação da água, limpeza de resíduos, e manutenção e preservação do parque do norte-litoral.

    No fim, ainda houve a possibilidade da plateia colocar as suas dúvidas aos oradores, dizendo respeito a relação entre a sustentabilidade e Portugal; qual o verdadeiro impacto dos recursos não sustentáveis para o clima e para o ambiente, ou para a apresentação de propostas para a preservação do parque do norte-litoral e como o muncicípio pretendia assegurar a proteção das espécies natívogas inseridas naquele habitat.

    Em suma, este Diálogos com os Cidadãos serviram para consicencializar ainda mais os jovens para a importãncia da proteção do ambiente e do seu papel em prol de um ativismo ambiental responsável, assim como foi uma excelente oportunidade para retirar as principais preocupações por parte da população local.