Impacto da Política Regional da UE no Minho debatido em Braga

    23 Outubro, 2019 293

    No dia 18 de outubro, o Centro de Informação Europe Direct Minho (CIED Minho) do IPCA, em parceria com o Centro de Estudos em Direito da União Europeia/JUSOV e o Centro de Investigação em Ciência Política organizaram um debate sobre o impacto dos fundos de coesão na região do Minho.

    Intitulado por “30 anos de Política Regional: o seu impacto na região do Minho”, o debate decorreu no Auditório -1.01 da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho e contou com sala cheia. O debate contou com a presença de Zuzana Gáková – Responsável do programa operacional da região do Norte na unidade de Portugal e Espanha, da DG REGIO (Comissão Europeia), de Alessandra Silveira (Docente da UMinho e membro do Centro de Estudos em Direito da União Europeia/JUSGOV) e de Sandra Fernandes (Centro de Investigação em Ciência Política da UMinho).

    Durante o debate, Zuzana Gáková elucidou a plateia sobre o impacto destes fundos na nossa região e apresentou as principais linhas orientativas dos Fundos de Coesão para o próximo quadro financeiro plurianual: “As despesas para investigação e desenvolvimento públicas triplicaram em relação aos anos 90, assistindo-se também a um grande aumento na capacitação da população”, explicou a coordenadora do programa operacional da região Norte perante uma vasta plateia de alunos da Escola de Economia e Gestão da UMinho.

    “A lição a retirar é esta: é importante investir nas regiões, é importante dar voz às pessoas”, diz a responsável, adiantando que, nesse prisma, é necessário investir nas cidades, territórios onde se concentram o maior número de pessoas. “É importante que os investimentos aconteçam nas cidades porque é aí que estão também as necessidades dos cidadãos”, continua.

    Esta atividade contou com o apoio da Representação da Comissão Europeia em Portugal e da Direcção-Geral de Política Regional da Comissão Europeia (DG-REGIO).