Para usufruir de todas as funcionalidades deste site necessita de ter o Javascript activado!

UE e México acordam em acelerar negociações comerciais

quinta-feira , 2 Fevereiro 2017

As duas próximas rondas de negociações comerciais entre a UE e o México terão lugar em abril e junho de 2017.

A União Europeia e o México realizarão duas outras rondas de negociações antes do verão, no âmbito de um calendário acelerado para a negociação de um Acordo de Comércio Livre novo e remodelado.

O calendário das próximas rondas (3 a 7 de abril e 26 a 29 de junho) foi aprovado pela Comissária responsável pelo Comércio, Cecilia Malmström, e pelo Ministro da Economia do México, Ildefonso Guajardo. No âmbito deste novo calendário fixado durante uma conversa telefónica, concordaram também em reunir-se na Cidade do México entre as rondas de negociações, a fim de fazer o ponto da situação e encorajar os progressos dos negociadores.

Na sequência da conversa telefónica, a Comissária Malmström e o Ministro da Economia Guajardo declararam: «As nossas relações comerciais entrarão plenamente no século 21. Poderemos estimular o crescimento, tornar as nossas empresas mais competitivas e alargar as escolhas disponíveis aos consumidores, criando simultaneamente postos de trabalho. Ambos somos testemunhas de um aumento preocupante do protecionismo em todo o mundo. É necessário agora, lado a lado, enquanto parceiros com posições semelhantes, defendermos a ideia de uma cooperação aberta à escala global. Os nossos esforços conjuntos estão no bom caminho para aprofundar a abertura ao comércio de ambos os lados. Agora, vamos acelerar o ritmo das negociações, para recolher os benefícios mais rapidamente.»

No ano passado, a UE e o México iniciaram negociações para atualizar o Acordo de Comércio Livre (ACL) existente, que data de 2000. Os padrões do comércio mundial sofreram uma alteração substancial durante os 16 anos de vigência do acordo, apontando para a necessidade de um ACL de maior amplitude e alcance. O objetivo deste processo de modernização é poder refletir melhor sobre outros acordos comerciais ambiciosos que a UE e o México negociaram ultimamente.

Entre 2005 e 2015, o fluxo anual de mercadorias entre os dois parceiros aumentou para mais do dobro (passando de 26 para 53 mil milhões de euros), no âmbito do acordo de comércio livre em vigor.

Em conformidade com o compromisso assumido pela Comissão Europeia de imprimir maior transparência à sua política comercial e de investimento, as propostas de negociação da UE nestas conversações estão disponíveis para serem consultadas em linha. As seis propostas, representando a posição inicial da UE nas negociações, destinam-se a modernizar os diferentes elementos do acordo UE-México atualmente em vigor. Disponível para consulta está também um relatório sobre a última ronda de negociações.

Mais informações:

 

 

Sétima - Tecnologias da Informação e Comunicação Lda