Para usufruir de todas as funcionalidades deste site necessita de ter o Javascript activado!

Adesão de Portugal, Fundos Estruturais e Agricultura foram os temas abordados em Cabanelas

sexta-feira , 29 Julho 2016

Adesão de Portugal, Fundos Estruturais e Agricultura foram os temas abordados em Cabanelas

A Associação Cultural e Recreativa Amigos de Cabanelas, no âmbito das comemorações da sua semana cultural, lançou o desafio ao Centro de Informação Europe Direct de Barcelos (CIED Barcelos) de em conjunto dinamizarem duas conferências tendo como fundo o projeto europeu. Os 30 Anos de Adesão de Portugal à União Europeia (UE) e os Fundos Estruturais de Investimento como alavancagem da economia portuguesa desde 1986 até hoje, foram um dos temas em debate, tendo, o tema do segundo dia, sido destinado especificamente à Agricultura, concretamente os apoios comunitários disponíveis e os procedimentos necessários ao seu recurso.

No primeiro dia (27 de julho) Dra. Alzira Costa, Coordenadora do CIED Barcelos, fez uma abordagem quantitativa e qualitativa destes 30 anos de adesão de Portugal à UE mostrando, que apesar dos desafios que ainda existem pela frente, hoje, Portugal é um país "melhor" (a diversos níveis) do que o era em 1985. Com um grande enfoco no plano económico, mas fazendo uma reflexão como os fundos foram operacionalizados e comparando com os demais Estados-Membros, o Engenheiro Carlos Neves (da Sevenforma e ex Vice Presidente da CCDR Norte) elucidou o trajeto positivo na avanço de Portugal, não deixando de alertar para alguns desafios futuros como a evolução demográfica.

O segundo dia (28 de julho) teve como tema central a Agricultura e, num enquadramento local, regional e nacional, o Professor Mota Alves, Presidente da Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave (ATAHCA) evidenciou a relevância da agricultura não apenas como fonte de subsistência mas igualmente de um ponto de vista do nosso património genético, das nossas raízes e tradições. A abordagem mais técnica das candidaturas disponíveis e os requisitos das mesmas ficou a cardo do Engenheiro Paulo, também da ATAHCA. Na qualidade de jovem agricultor, o Engenheiro Hélder Forte da Real Cooperativa Agrícola, partilhou as dificuldades que foi encontrando enquanto beneficiário de fundos europeus agrícolas, enaltecendo que a perseverança e uma boa estratégia na elaboração da candidatura são cruciais para o sucesso da mesma.

As ações tiveram lugar em Cabanelas, no salão da Associação Cultural e Recreativa Amigos de Cabanelas.

 

Veja as fotos

 

Sétima - Tecnologias da Informação e Comunicação Lda