Para usufruir de todas as funcionalidades deste site necessita de ter o Javascript activado!

Eurodeputados rejeitam moção de censura à Comissão por 461 votos contra, 101 a favor e 88 abstenções

quinta-feira , 27 Novembro 2014

O Parlamento Europeu rejeitou hoje por 461 votos contra, 101 a favor e 88 abstenções a moção de censura à Comissão de Jean-Claude Juncker, que foi apresentada no dia 18 de novembro por 76 eurodeputados do grupo Europa da Liberdade e da Democracia Direta (EFDD) e dos não inscritos na sequência do caso "LuxLeaks".

Para ser aprovada, a moção necessitava de uma maioria de dois terços dos votos expressos, que deveria corresponder igualmente à maioria dos membros que compõem o Parlamento, ou seja, pelo menos 376 eurodeputados.

O resultado foi 461 votos contra a moção de censura, 101 a favor e 88 abstenções.

De acordo com o regimento do Parlamento Europeu, um décimo dos membros que o compõem pode apresentar uma moção de censura à Comissão no seu conjunto. O documento foi entregue ao presidente do PE no dia 18 de novembro. O debate e a votação de uma moção de censura devem realizar-se na sessão plenária subsequente à apresentação da moção.

O debate, no qual esteve presente o presidente Jean-Claude Juncker e o seu colégio de comissários, realizou-se na passada segunda-feira, 24 de novembro.


Aceda aqui à notícia original

 

Sétima - Tecnologias da Informação e Comunicação Lda