Para usufruir de todas as funcionalidades deste site necessita de ter o Javascript activado!

Juncker elogia Portugal por se aproximar do regresso aos mercados

sexta-feira , 7 Março 2014

O antigo presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker elogiou hoje os “esforços” dos portugueses e manifesta satisfação por estar a aproximar-se o termo do programa de assistência financeira.

“Estou particularmente contente que Portugal esteja a ver o fim do programa e regresse de forma plena aos mercados financeiros. O que Portugal fez recentemente é absolutamente notável. Só tenho de felicitar as pessoas em Portugal”, afirmou.

O antigo presidente do Eurogrupo e potencial candidato da direita europeia à presidência do executivo comunitário, falava ao Dinheiro Vivo e à Lusa, à margem do congresso do Partido Popular Europeu, em Dublin, espera que os outros Estados-Membros reconheçam o que Portugal “alcançou nos últimos anos”.

“Se os outros estados-membros fossem cegos, se eles não estivessem a ver o que Portugal alcançou nos últimos anos, então isso poderia não dar qualquer esperança. Mas, Portugal e outros membros do Eurogrupo, com esforço global, estaremos prontos para conduzir Portugal para a saída do programa”, considerou Juncker, o qual não quer “interferir” sobre a melhor forma do país regressar aos mercados de financiamento..

O antigo presidente do Eurogrupo declarou-se contra divisões na Europa entre as economias mais frágeis, daquelas que apresentam melhor desempenho, dizendo que se trata de uma “ideia estúpida”.

“Sou fortemente contra essa ideia estúpida, de que podemos facilmente dividir a União Europeia em duas partes, em países do sul, os pecadores do sul e os povos virtuosos do norte. A União Europeia é uma. E, cada país tem a sua própria dignidade. Aqueles que estão a fazer melhor não têm o direito de criticar ou insultar aqueles que estão a passar por tremendas dificuldades”, afirmou potencial candidato do PPE à presidência da Comissão Europeia.

Aceda aqui à noticia original do jornal Dineiro Vivo

Sétima - Tecnologias da Informação e Comunicação Lda